Ads


Safra de grãos no Ceará deve chegar a 574 mil toneladas neste ano

O resultado aponta uma redução de 12,3% em relação a projeção de julho, quando o levantamento registrava uma produção de 654 mil toneladas
A produção cearense de grãos deve contabilizar 574.545 toneladas neste ano. O número representa uma redução de 12,3% em comparação com a estimativa de julho, quando o índice apontava uma produção de 654.826 toneladas. As projeções fazem parte do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (10).
A estimativa de produção do Ceará representa 0,2% da produção nacional. No ano, a projeção acumula taxa negativa de 9,2%. Segundo o IBGE, a área plantada deve ficar em 911.174 milhões de hectares, uma redução de 1,8% na passagem de julho para agosto. No mês anterior, a estimativa para a área plantada era de 927.823 milhões de hectares. A participação do Estado em relação ao País é de 1,4%.
Nordeste
Entre os nove estados pesquisados no Nordeste, sete registraram queda em agosto. Com destaque para Paraíba que apresentou queda de 40,7% na projeção de grãos, seguido de Alagoas (13,8%),  Ceará (12,3%) e  Pernambuco (12,2%).  Os estados da Bahia e Sergipe mantiveram um resultado estável no mês.
Brasil
No País, a produção de grãos deve totalizar um crescimento de 5,9% em relação ao ano anterior, com uma safra de 239,8 milhões de toneladas, o  que corresponde a  13,3 milhões a mais do que em 2018.
De acordo com o IBGE, a alta de 5,9% deve ser puxada pela produção de milho, que deve crescer 21,5% em relação ao ano anterior. As outras duas grandes lavouras de grãos devem ter queda: soja (-3,9%) e arroz (-12,7%).
Entre as outras lavouras de grãos em que se estima produção acima de 1 milhão de toneladas, deverão fechar o ano com alta o algodão (32,4%), o sorgo (13,9%) e o trigo (9,5%). O feijão, por outro lado, deve ter queda de 1,1% no ano.
Agência Brasil

Nenhum comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.