Ads


Sobral: Sistema de Transporte Coletivo fica somente na promessa.

Antes de colocarem o "bloco na rua" e partirem para a campanha eleitoral de Sobral, o candidatos a prefeito devem focar em assuntos prioritários e que se perderam em promessas. O transporte público que é frágil e praticamente inexistente é um problema que já começa a gerar prejuízos enormes para sobralenses e população flutuante da maior cidade da Zona Norte. 

A Lei que instituiu o Sistema de Transporte Coletivo de Sobral aprovada pela CâmaraMunicipal e sancionada pelo prefeito Veveu Arruda (PT) em 2014 até agora não passou de mais uma daqueles leis de Sobral que serve apenas para preencher o Impresso Oficial do Município.

A lei e as promessas:
O Sitrans faria a integração entre o Metrô (VLT), ônibus e midi ônibus, com sincronização de horários, permitindo que os passageiros paguem apenas uma passagem usando o sistema integrado de transportes público. O sistema prometia cobertura de 95% do território da cidade de Sobral.

“Todo sobralense estará a 300 metros de um dos modais, seja um ônibus ou o VLT. O sistema também irá reduzir a quantidade de carros em Sobral, melhorando o tráfego da nossa cidade”, afirmou na época o Prefeito Veveu. 

A Lei foi publicada no Impresso Oficial do Município nº 558, de 1º de julho de 2014, está disponível na Internet em: www.sobral.ce.gov.br/iom/558.pdf

Nenhum comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.