Ads


Em reflexo do Whatsapp, Ceará perdeu 495 mil linhas de celulares inativas só no 2º semestre

O Ceará é o 7º estado do Brasil que mais perdeu linhas de telefone celular em dezembro. Ao todo, foram 495 mil números cearenses que deixaram de existir no 2º semestre de 2015. Os dados são da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Ao todo, foram mais de 10 milhões de linhas extintas no país. Essa queda é sem precedentes no setor de telecomunicações móveis do Brasil, quinto maior do mundo. E o uso do Whatsapp, aplicativo de chamadas e mensagens gratuitas, é apontado nos bastidores como “vilão” das operadoras.

O enxugamento da base de linhas, extinguindo as inativas, é interesse das empresas, que pagam taxas pelos usuários. Pelas regras estabelecidas pela Anatel, uma linha pode ser desconectada após 90 dias sem chamadas tarifadas, envio de torpedos e acesso a internet.

O desligamento foi generalizado entre as quatro maiores operadoras no Brasil. Nesses últimos seis meses, a líder do mercado, Vivo, perdeu 3,6 milhões de linhas. A TIM, segunda maior, ficou com 3,3 milhões de linhas a menos. A Claro teve sua base reduzida em 2,5 milhões e a Oi, em 1,3 milhão de linhas.São Paulo foi o estado que mais perdeu linhas, com 1,8 milhão a menos. Em seguida, aparece a Bahia, com 914 mil que deixaram de existir. Ainda no ranking, Minas Gerais teve a extinção de 914 mil linhas; Rio Grande do Sul, 690 mil; Pernambuco, 679 mil; Rio de Janeiro, 609 mil.
(com informações do Tribuna do Ceará)

Nenhum comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Tecnologia do Blogger.